MontijoPolítica

JSD Montijo critica ‘aproveitamento’ no processo de vacinação

- publicidade -

Num comunicado enviado ao Diário do Distrito, a JSD Montijo exige o apuramento de responsabilidades relativamente ao processo de vacinação no concelho.

«A JSD Montijo não pode ignorar os episódios que têm vindo a público nos últimos dias, tendo como tema a vacinação contra o COVID-19» refere o comunicado, que aponta «os comentários de cariz político do coordenador da Task Force, Francisco Ventura Ramos, até o aproveitamento indevido por parte de responsáveis de entidades públicas, privadas e da economia social».

A JSD Montijo lamenta «o aproveitamento de cargos de chefia em instituições como são exemplo, IPSS e Santas Casas» e que «o comportamento destes elementos não corresponda em termos éticos e morais ao património de serviço publico das mesmas».

Segundo a nota «não podemos confundir as instituições, compostas também pelos seus trabalhadores e utentes, que no último ano tão bravamente enfrentaram esta crise pandémica, com tanto sacrifício pessoal.

Devemos responsabilizar estes desonestos que não estiveram à altura exigida para a situação, muito menos à altura das instituições sociais que representam.»

Passando depois para o concelho, a JSD Montijo lamenta que «tenhamos conhecimento de comportamentos igualmente desonestos.

Por isso temos a obrigação de exigir que assumam a responsabilidade dos seus actos e coloquem o seu lugar à disposição, permitindo que as instituições que feriram, ética e moralmente, sarem as suas feridas.

Infelizmente este comportamento egoísta contrasta com o sofrimento e sacrifício de alguns trabalhadores que devido a contágios no meio laboral, na Santa Casa do Montijo, viram o vírus ceifar a vida de entes queridos seus.

Será possível manter a confiança numa liderança que escolhe primeiro a sua segurança do que a dos seus trabalhadores (?). Uma liderança que pretere quem está no terreno a seu próprio favor não tem condições para se manter. Acrescentamos ainda que ainda não foram vacinados os bombeiros, socorristas e as forças de segurança do concelho.»

A nota termina com «os nossos profundos pêsames, em especial, às famílias que perderam os seus entes queridos, e em geral, para com todos os que foram levados por esta pandemia».

Reveja o debate com os candidatos à CM Moita

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo