PolíticaSantiago do Cacém

JP Setúbal questiona falta de transmissão de reuniões de Câmara em Santiago do Cacém

publicidade

A Juventude Popular Distrital de Setúbal enviou à Câmara Municipal de Santiago do Cacém um conjunto de questões relativas às reuniões públicas de câmara.

Os centristas questionaram o executivo liderado por Álvaro Beijinha (CDU), sobre motivo pelo qual não é implementada a transmissão online das reuniões públicas de câmara, algo que resolveria a impossibilidade de presença de público, medida que hoje se compreende e é necessária, como forma de combate à propagação do covid-19.

A estrutura distrital da JP considerou que «no mundo altamente tecnológico em que vivemos não há razões para que não se encontrem mecanismos que permitam a todos aqueles que o pretendam, no seu pleno exercício de liberdade democrática, assistir às reuniões».

Portanto, se por um lado «se compreende a porta-fechada, por outro não se justifica que a população fique de fora».

A juventude partidária do CDS-PP reagiu deste modo ao despacho emitido pelo presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, em que este determinou que as reuniões públicas continuariam suspensas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui