AtualidadeDistrito SetúbalPolítica

JP Distrital Setúbal questiona Governo sobre a falta de EPI na saúde

publicidade

Em nota de imprensa, a Juventude Popular Distrital de Setúbal indica que enviou um conjunto de questões relacionadas com a falta de equipamentos de proteção individual (EPI) nos centros de saúde e hospitais do distrito de Setúbal, problema que tem vindo a ser noticiado, ao Ministério da Saúde.

«De entre o conjunto de questões apresentadas, a estrutura jovem do CDS-PP interpela o governo sobre a gestão das reservas de equipamentos de proteção individual, bem como pelo cumprimento de protocolos de utilização única dos EPI.

Entendemos que é dever do Governo da República Portuguesa e em especial do Ministério da Saúde, através das suas administrações regionais de saúde mitigar as dificuldades decorrentes da crise pandémica e prestar os cuidados de saúde aos que precisam, com a dignidade que merecem.»

José Coutinho, presidente da JP Distrital de Setúbal, afirma no comunicado que houve a receção de «algumas denúncias que davam nota da parca disponibilidade de EPIs nos centros de saúde do nosso distrito, o que por si só é inaceitável quanto mais em tempos de pandemia».

A JP Distrital de Setúbal considera que «é muito importante que se perceba em que pé se está neste momento. Exige-se que haja equipamentos, que as consultas e afins não fiquem paradas, que as pessoas sejam atendidas em segurança.

É inadmissível numa altura destas em que centenas de alunos regressam às aulas, expondo-se a maiores riscos, por exemplo, que se fale em falta de equipamentos de proteção individual, seja em que local for.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui