AtualidadePolíticaSeixal

JP Distrital de Setúbal solidária com comerciantes da Amora

A Juventude Popular Distrital de Setúbal enviou uma nota às redações na qual se posiciona solidária para com os comerciantes da freguesia da Amora

publicidade

A Juventude Popular Distrital de Setúbal enviou uma nota às redações na qual se posiciona solidária para com os comerciantes da freguesia da Amora, que anunciaram o encerramento dos estabelecimentos durante a duração da Festa do Avante!.

«Ao longo das últimas semanas foram-se conhecendo dezenas de estabelecimentos comerciais da freguesia da Amora, no Seixal, que decretaram o seu fecho durante a realização da Festa do Avante!, no próximo fim-de-semana.

O fecho é justificado pela salvaguarda da saúde dos colaboradores desses estabelecimentos e é uma forma de protesto para com a realização do certame comunista.

A Juventude Popular Distrital de Setúbal quer deixar uma palavra de apoio a todos o que tomaram essa atitude, impedindo-se de trabalhar no seu sustento, num fim-de-semana que costuma levar anualmente mais clientes à terra, colocando em primeiro lugar a saúde de todos.

No fundo, trata-se de uma ação em prol da comunidade, o que por si só é uma lição para um partido político com assento parlamentar, que colocou a possibilidade de fazer dinheiro à frente da saúde da população.

Na opinião do presidente da JP Distrital de Setúbal, José Coutinho, ‘a Festa do Avante! é um risco desnecessário, é uma festa que vai contra todas as regras aplicadas aos cidadãos comuns, na qual é permitido aos comunistas aquilo que não é permitido aos restantes portugueses.

É curioso e irónico que sejam os patrões, essa classe desde sempre vista com desdém e desconfiança pelos comunistas, a dar um banho de ética aos arautos das ideias soviéticas.’

Todos os comerciantes perderam faturação no período de confinamento e agora, vários decidiram como forma de protesto, encerrar as portas, limitando novamente a sua própria faturação. É um esforço de louvar. Visando a saúde, pode ser uma atitude que prevenirá ainda mais contágios e faz com que possam abrir em segurança nos dias seguintes.

‘Os patrões, ao fecharem portas nos dias da festa, tornaram-se verdadeiros heróis de saúde no Seixal, porque ao cessarem atividade nestes dias, certamente que vão eliminar possíveis cadeias de transmissão que surgiriam caso as suas portas ficassem abertas’, refere José Coutinho.

A Juventude Popular Distrital de Setúbal aplaude estes trabalhadores e agradece-lhes a enorme determinação.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui