Parceiros
Mundo

Jovem youtuber russa denuncia pressões e censura na Rússia

- publicidade -

Olga Kovalenko é conhecida nas redes sociais como a youtuber ‘Olga do Brasil’, isto porque a jovem, que fala perfeitamente o português, reside nesse país há três anos e através do Youtube apresenta de forma ligeira a realidade nos dois países.

No entanto, ‘Olga do Brasil’ não ficou em silêncio após a invasão dos russos à Ucrânia e se nos seus vídeos anteriores já desmontou alguns dos aspectos «fictícios» que a propagada de Putin insiste em divulgar, agora dá voz à revolta que sente.

E por isso, conforme a própria denunciou, a sua família foi abordada por elementos do Governo russo, como forma de pressão sobre aquilo que Olga tem vindo a veicular.

Nos seus últimos vídeos, Olga relata os dias de medo que tem vindo a passar desde a invasão da Rússia na Ucrânia, pela situação na Ucrânia mas também devido ao clima de intimidação que a sua família está a sofrer.

«Alguns dias atrás meus tios receberam uma visita [de um] oficial do governo perguntando sobre alguns documentos da minha mãe e meus. Quando minha mãe soube, ligou-me em pânico imediatamente, literalmente gritando no celular que eu preciso parar tudo o que eu faço, apagar todos os vídeos e parar de falar com qualquer pessoa sobre esse assunto, e de dizer que sou da Rússia», refere num dos vídeos.

«A minha mãe chorou muito e está muito assustada, porque ninguém sabe nada, se foi só uma coincidência, se foi uma ameaça.»

Ao jornal Folha de S. Paulo, Olga explicou que desde o dia 24 de fevereiro, ao invés dos vídeos divertidos com que habituou os seus 605 mil subscritores seguidores, optou por comentar o conflito que se desenvolve em solo ucraniano no canal Olga do Brasil.

A ser banida, ou sancionada, Olga Kovalenko irá juntar-se aos vários meios de comunicação que Vladimir Putin já baniu nas últimas semanas.

O presidente russo aprovou também uma lei que prevê até 15 anos de prisão para quem divulgar «informações falsas sobre a operação militar especial na Ucrânia», o que tem levado a que muitos jornalistas se tenham demitido dos cargos e outros meios tenham encerrado e abandonado o país.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário