DestaqueDistrito SetúbalJustiçaSantiago do Cacém
Em Destaque

Jovem que matou os tios-avós em Vila Nova de Santo André vai continuar preso

Tribunal de Setúbal renova prisão preventiva ao jovem de 17 anos que matou os tios-avós em junho do ano passado.

- publicidade -

Lourenço Fernandes, de 17 anos, matou os tios-avós de uma forma muito abrupta e selvática, o crime ocorreu no ano passado, em Vila Nova de Santo André, no concelho de Santiago do Cacém, quando o jovem viu recusado a cedência de dinheiro por parte das vítimas.

O jovem que queria dinheiro para consumir droga, terá visto recusado por parte dos tios-avós a cedência de valor e num ato selvático terá morto os seus familiares. Agora o Tribunal de Setúbal renovou uma vez mais a prisão preventiva a Lourenço Fernandes. O autor do crime não contestou nem requereu a alteração da medida de coação que está a cumprir há três meses.

Contornos do crime

O suspeito dirigiu-se à casa dos tios-avós para pedir uma vez mais dinheiro, o jovem era consumir de drogas, mas nesse dia os familiares recusaram ceder às chantagens de Lourenço Fernandes, o que acabou por levar a assassinar o casal com uma faca.

O casal, de 80 anos, foi atacado pelo neto na zona da sala de estar da habitação no Bairro das Flores, em Vila Nova de Santo André.

Eduarda foi a primeira vítima às mãos do homicida, e o marido, Guilherme, acorreu em seu auxílio, também ele foi esfaqueado.

O jovem depois terá fugido da habitação e refugiando-se numa casa devoluta até que a PJ o encontrou e o deteve.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui