Desporto

“Jogo dos Aflitos” entre Cova da Piedade e Oliveirense

Jogo de muitos nervos e dos aflitos defrontou-se em Almada.

- publicidade -

Cova da Piedade e Oliveirense, equipas que seguem nos lugares perigosos da classificação e lutam pela fuga à despromoção, empataram hoje (0-0), em encontro da 30.ª jornada da II Liga de futebol.

Apesar de terem atuado mais de 80 minutos em inferioridade numérica, devido à expulsão do defesa João Meira, os piedenses dispuseram, já na segunda parte, da melhor oportunidade do encontro para desfazer o nulo num remate de João Oliveira ao poste da baliza contrária

Numa primeira parte de fraca qualidade e com poucos motivos de interesse, o jogo ficou marcado pela expulsão do capitão dos piedenses, João Meira, à passagem do nono minuto por falta sobre Thalis, que ficaria na ‘cara’ do guarda-redes Adriano Facchini.

Mesmo reduzido a 10 elementos, o conjunto do concelho de Almada conseguiu ter um ligeiro ascendente e quase o materializou na única oportunidade de golo antes do intervalo, num cabeceamento de João Vieira, aos 45+1 minutos, que saiu ao lado do poste esquerdo.

No segundo tempo, ambas as equipas arriscaram mais no ataque e criaram vários lances de perigo. Além do remate cruzado de João Oliveira, aos 68 minutos, que acertou na base do poste direito da Oliveirense, Arnold, à ‘boca’ da baliza, falhou aos 77 minutos a emenda, após um cruzamento da esquerda.

Com mais uma unidade em campo, a Oliveirense também ameaçou nas derradeiras oportunidades do jogo, quando Michel viu o guardião Adriano Facchini (88 minutos) fazer uma defesa providencial para canto e, aos 90, quando, após assistência de Sele Davou, Randy Obi rematou ao lado do alvo.

Com a igualdade, o Cova da Piedade, que não perde há cinco jornadas e segue na 13.ª posição, soma agora 32 pontos, enquanto a Oliveirense tem 28 pontos e está no 15.º posto, um acima dos lugares de despromoção.

Jogo no Estádio Municipal José Martins Vieira, no Laranjeiro.

Cova da Piedade – Oliveirense, 0-0.

Equipas:

– Cova da Piedade: Adriano Facchini, João Amorim, João Meira, Bruno Sapo, Filipe Maio (Gonçalo Maria, 45), Robson, Bruno Alves (Simão Júnior, 45), Cele (João Patrão, 74), Arnold, Hugo Firmino e João Vieira (João Oliveira, 45) (Pepo, 87).

(Suplentes: Cléber, Pepo, Cícero, João Patrão, Gonçalo Maria, Simão Júnior, Balogun, Blondell e João Oliveira).

Treinador: Miguel Leal.

- publicidade -

– Oliveirense: Arthur, Leandro, Kadri (Raniel , 45), Steven Pereira, Leo Bahia, Filipe Alves (Randy Obi, 85), Luisinho (Kenidy, 61), Oliveira (Michel, 45), Lima, Dionathã (Sele Davou, 73) e Thalis.

(Suplentes: Paquete, Machado, Michel, Sele Davou, Kenidy, Randy Obi, Raniel, Pedro e António Gomes).

Treinador: Raul Oliveira.

Árbitro: Miguel Nogueira (AF Lisboa).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Bruno Sapo (27), João Vieira (32), Oliveira (38), Steven Pereira (45+1) e João Patrão (85). Cartão vermelho direto para João Meira (9).

Assistência: jogo disputado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui