Pinhal Novo

Jogadores do Pinhalnovense queixam-se de salários em atraso e de incumprimento do plano de pagamento da SAD

- publicidade -

Os jogadores do CD Pinhalnovense SAD, em nota publicada no site Jornal de Desporto, dizem que “SAD apresentou um Plano de Pagamento a prestações, mas não voltou a não cumprir”, uma vez que “a primeira prestação deveria ter sido paga na sexta-feira, dia 28 de Maio, mas não foi e os jogadores continuam sem ver a cor do dinheiro desde Fevereiro.”.

Na nota dão conta que “desde o mês de Novembro que os pagamentos se começaram a atrasar, recebendo o vencimento de Novembro no dia 23 de Dezembro, dois dias antes do Natal”.

O motivo apontado para o atraso foi que existiam “dificuldades para transferir o dinheiro do Brasil para Portugal”. Mas os atrasos de pagamento foram se sucedendo: “os vencimentos de Janeiro voltámos a receber atrasados, os de Fevereiro recebemos na primeira semana de Abril e a partir daí nunca mais recebemos.”

Revelam ainda que o “staff e a administração da SAD esteve reunida, em chamada telefónica, com o dono da SAD, onde este nos prometeu que no dia 14 de Abril os nossos ordenados estariam todos acertados. Tal não aconteceu, visto que no dia de hoje, 2 de Junho, continuamos sem receber os nossos vencimentos, desde o mês de Fevereiro, ou seja há 3 meses”, informam.

Mai tarde foi proposto uma restruturação de pagamento numa reunião realizada “dia 12 de Maio, entre os administradores da SAD, o assessor do dono da SAD e os capitães de equipa, em que nos foi dito que a ideia era elaborar um plano de pagamento por prestações e que esse plano de pagamento aos jogadores, seria apresentado no máximo até dia 17 de Maio”, acabando por ser revelado a 20 de maio.

“O primeiro pagamento do plano que nos apresentaram, seria feito no dia 28 de Maio (sexta-feira). Não existiu nenhum pagamento. Mais uma vez fomos enganados e a justificação foi que as transferências não tinham sido creditadas e não sabem o que se passou, que iam tentar resolver”, revelam.

Os atletas queixam-se da falta de condições de vida: “Há jogadores com família para sustentar, casa, carro e outras despesas para pagar e já não conseguem, porque a margem que existia acabou. Estamos verdadeiramente decepcionados, porque o Clube Desportivo Pinhalnovense não merecia uma SAD assim.”


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui