Desporto

João Almeida perdeu a rosa mas caiu de pé

João Almeida rodou 15 dias de rosa no Giro de Itália, mas na etapa de hoje - a mais dura da competição - Kelderman "roubou" a camisola ao ciclista português.

- publicidade -

João Almeida rodou 15 dias de rosa no Giro de Itália, mas na etapa de hoje – a mais dura da competição – Kelderman “roubou” a camisola ao ciclista português.

Não pode ser visto como um falhanço, porque o que João Almeida fez durante esta prova foi algo histórico e nunca visto no ciclismo português. Com apenas 22 anos, o ciclista das Caldas da Rainha mostrou a tudo e todos que poderá ser uma das maiores ameaças no futuro.

Mas vamos aos factos. Hoje, no teste de fogo com a subida ao Stelvio, Kelderman levou a melhor e conseguiu distanciar-se do português, que caiu assim para o quinto lugar da classificação geral.

Nota para Rúben Guerreiro, que apesar do Giro ainda não ter terminado, assegurou a camisola azul da montanha: um feito histórico para o ciclismo português.

Eis a classificação geral:

1.º Wilco Kelderman (Sunweb), 77h46m56s

2.º Jai Hindley (Sunweb), a 12s

3.º Tao Geoghegan Hart (Ineos), a 15s

4.º Pello Bilbao (Bahrain), a 1m19s

5.º João Almeida (Deceuninck), a 2m16s

6.º Jakob Fuglsang (Astana), a 3m59s

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo