AlmadaPolítica

Iniciativa Liberal de Almada quer reabertura dos bares na Transtejo e Soflusa

publicidade

Em nota de imprensa, a Iniciativa Liberal de Almada exige saber a razão pela qual os bares da Transtejo e Soflusa se mantêm encerrados.

«O prolongamento desta situação poderá atirar para o desemprego cerca de 30 trabalhadores da Eurest, empresa que gere os bares dos navios destas empresas.

A Iniciativa Liberal de Almada pretende saber se o encerramento dos bares é uma imposição da Direção Geral de Saúde ou uma medida da exclusiva responsabilidade do Conselho de Administração da Soflusa e Transtejo, nomeado pelo governo.

Os liberais não percebem a dualidade de critérios e a discriminação a que estes trabalhadores estão sujeitos, visto que os serviços de restauração e cafetaria já estão abertos noutros navios, nomeadamente nos navios-cruzeiro do Tejo ou do Douro.

A actual pandemia pode e deve ser controlada, mas rejeitamos medidas avulsas que condenem pessoas ao desemprego e à miséria.

E é por esse motivo que nos solidarizamos com os trabalhadores da Eurest e apelamos ao Conselho de Administração da Soflusa e Transtejo que estes trabalhadores possam retomar o seu posto de trabalho no mais curto espaço de tempo.»

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui