Parceiros
Covid-19Destaque

Infarmed suspende comercialização e recolhe do mercado máscaras cirúrgicas

- publicidade -

O Infarmed anunciou que suspendeu a comercialização e irá promover a retirada do mercado de duas marcas de máscaras cirúrgicas dos fabricantes Plasfer – Indústria e Comércio, Lda. e Borgstena Textile Portugal, Lda.

As circulares, assinadas pelo Vice-Presidente do Conselho Diretivo do Infarmed, António Faria Vaz, indicam a ordem incide sobre «as máscaras cirúrgicas tipo IIR, Marca PHAR+, Refas: 1506, 2000 e 3L0909, do fabricante Plasfer – Indústria e Comércio, Lda. e as máscaras cirúrgicas tipo IIR, Marca PHAR+, refa: E_E_E, do fabricante Borgstena Textile Portugal, Lda.»

O motivo para a retirada do mercado é por as mesmas «ostentarem marcação CE indevida, por não existir evidência de cumprimento de todos os requisitos legais aplicáveis a nível europeu, incluindo o facto da documentação técnica se encontrar incompleta».

As máscaras da marca Borgstena foram. «segundo informação do fabricante, disponibilizado apenas até meados do ano transato (2021). Não obstante, como medida preventiva, o Infarmed, I.P. determinou a imediata suspensão da comercialização do referido dispositivo.»


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário