País

INEM vai contar com vinte novas ambulâncias

publicidade

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) começa hoje a distribuir as novas Ambulâncias que vão substituir parte da atual frota do Instituto, num total de 20 novas viaturas que vão renovar parcialmente a frota de 56 Ambulâncias de Emergência Médica e 40 Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida, que se encontram 24 horas por dia ao serviço da emergência médica.

Os novos veículos entram ao serviço em diversas zonas do país: 8 viaturas ficam afetas à Delegação Regional do Norte do INEM; 4 à Delegação Regional do Centro; 6 à Delegação Regional do Sul, e 2 vão reforçar a atividade de emergência médica na área de influência da Delegação Regional do Sul – Algarve.

Adicionalmente 2 novas viaturas estão a ser preparadas para, brevemente, reforçarem as Ambulâncias do INEM afetas ao serviço de Transporte Inter-hospitalar Pediátrico do INEM.

O investimento do INEM na aquisição destas 22 novas viaturas foi de 1.055.340 euros.

As novas viaturas vão entrar gradualmente ao serviço no decorrer do mês de Abril, substituindo as Ambulâncias do INEM com mais quilometragem ou que tenham revelado mais problemas mecânicos.

A entrada ao serviço destes novos veículos vai ainda possibilitar uma maior margem para substituições momentâneas de Ambulâncias que se revelem necessárias.

A totalidade das 44 Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER) foi renovada nos últimos três anos.

O INEM desenhou um novo modelo de aquisição destas viaturas através do qual passaram a ser as Unidades de Saúde a efetuar diretamente a aquisição, cabendo ao INEM subsidiar a compra e coordenar toda a atividade de gestão e operação conjunta das VMER.

No processo de renovação da frota VMER, o INEM investiu 2.214.046 euros.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui