Atualidade

INEM comemora hoje 40 anos da sua criação

- publicidade -

A 3 de agosto de 1981 foi criado o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), com a missão de instalar e gerir um Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) para prestar, de forma estruturada, cuidados de emergência médica pré-hospitalar a todas as pessoas vítimas de acidente ou doença súbita.

Na data em que assinala o 40.º aniversário, o INEM recorda alguns marcos da sua história e dirige palavras de profundo reconhecimento a todos os profissionais que trabalham ou trabalharam no Instituto e que tornaram possíveis estas quatro décadas de atividade ao serviço de Portugal.

Desde a implementação dos Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), até ao estabelecimento de uma rede de meios de emergência nacional e abrangente, com cobertura de todo o território continental, às parcerias com diversas instituições, como é o caso dos Corpos de Bombeiros, da Cruz Vermelha Portuguesa, da Polícia de Segurança Pública, da Guarda Nacional Republicana, e dos Hospitais e Centros de Saúde. Todos estes parceiros têm sido fundamentais para a sustentação do SIEM, apoiando e contribuindo para a prossecução do principal desígnio e missão do INEM: salvar vidas.

Em 1982 foi implementado o Centro de Informação Antivenenos (CIAV) e que, ainda hoje, asssegura 24 horas por dia informações na área da toxicologia, dirigidas a profissionais de saúde ou ao público em geral, e em 2004, o Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise (CAPIC), para atender e intervir às necessidades psicossociais da população e dos profissionais.

Desde 2009 é desenvolvido o Programa Nacional de Desfibrilhação Automática Externa (PNDAE), que tem possibilitado a prática de desfibrilhação automática externa por pessoas leigas em ambiente extra-hospitalar, o que aumenta significativamente a probabilidade de sobrevivência das vítimas de paragem cardiorrespiratória.

O desenvolvimento de novos meios de emergência – além das Ambulâncias de Emergência Médica (AEM) – capazes de responder de forma adequada e sustentada às diversas necessidades da população, é outro dos fatores que têm marcado a história do INEM.

É o caso da criação das Viaturas Médicas de Emergência e Reanimação (VMER), das Ambulâncias do Transporte Inter-hospitalar Pediátrico (TIP), das Ambulâncias de Suporte Imediato de Vida (SIV) ou dos Motociclos de Emergência Médica (MEM), para além da constituição dos Helicópteros de Emergência Médica (HEM), das Viaturas de Intervenção em Catástrofe (VIC), ou das Unidades Móveis de Intervenção Psicológica de Emergência (UMIPE).

Internacionalmente, o INEM tem desempenhado também um papel ativo em missões humanitárias de apoio à saúde das populações, ou mesmo em situações de catástrofes internacionais.

Em 2019, este esforço foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) através da certificação do Hospital de Campanha do INEM como Emergency Medical Team, capacidade que passou a integrar o Voluntary Pool do Mecanismo Europeu de Proteção Civil.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo