Parceiros
AtualidadeDestaqueSesimbra

Incêndio em navio mercante ao largo do Cabo Espichel causou duas mortes

Um incêndio na casa das máquinas de um navio mercante com bandeira de Malta, com 23 pessoas a bordo, causou dois feridos por inalação de fumos.

O incêndio deflagrou na noite de ontem, quando o navio se encontrava a 32 milhas náuticas (cerca de 51 quilómetros) do Cabo Espichel.

No seguimento de um alerta recebido pelas 22h45, através do próprio navio via comunicações Rádio, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) empenhou de imediato para o local o navio da Marinha Portuguesa NRP António Enes e uma aeronave da Força Aérea Portuguesa, EH-101, com uma equipa médica do INEM a bordo.

O incêndio, confinado ao espaço da casa das máquinas, foi entretanto extinto com recurso aos meios e elementos do próprio navio, provocando dois feridos, em estado inconsciente com suspeitas de inalação de fumos.

As vítimas foram resgatadas em estado crítico pela aeronave da Força Aérea. As vítimas ainda foram retiradas com vida por um helicóptero da Força Aérea, numa operação coordenada pela Marinha, mas acabaram por morrer quando eram assistidas por uma equipa do INEM.

O navio ficou sem propulsão, tendo sido contactado o armador.

A corveta António Enes vai permanecer no local, acompanhando o navio sinistrado e mantendo a segurança na área.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.