Atualidade

Incendiária florestal internada em psiquiatria de unidade hospitalar

Acusada de crimes de fogo posto foi internada no serviço de psiquiatria

- publicidade -

Uma mulher de 42 anos de idade, doméstica, foi identificada e constituída arguida como presumível autora de seis incêndios florestais ocorridos no passado dia 7 de Setembro, em Campelo, Baião.

 O fogo terá sido provocado com recurso a isqueiro, em zona de matos e carvalhos, num aparente quadro depressivo profundo e de dependência de álcool.

Na sequência da emissão do mandado de condução, a mulher foi internada no serviço de psiquiatria de unidade hospitalar, por tempo ainda não especificado.

A operação esteve a cargo da Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, com a colaboração da GNR – Posto Territorial de Baião.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui