CrimeJustiçaLisboa

Identificado e detido menor que violou e roubou mulheres no Parque das Nações

- publicidade -

A Polícia Judiciária, através da Diretoria de Lisboa e Vale do Tejo, identificou o autor de crimes de violação e de roubo, ocorridos em março de 2020, na zona do Parque das Nações, em Lisboa, contra diferentes vítimas.

O suspeito tinha 16 anos à data da prática dos crimes, e encontra-se, atualmente, em prisão preventiva devido a outros crimes.

A investigação da Polícia Judiciária focou-se nos crimes de violação e roubo, o primeiro dos quais, uma violação, foi cometido junto ao Campus de Justiça, tendo sido vítima uma mulher, com 29 anos de idade, que regressava a casa, após a prática de exercício físico nas redondezas.  

A este crime seguiu-se um outro de roubo, cometido, cerca de 40 minutos depois do primeiro, quando a vítima, uma mulher com 47 anos de idade, entrava no prédio onde residia, a cerca de 1 km do local da prática do primeiro ilícito.

A Polícia Judiciária obteve laboratorialmente um retrato robot do suspeito, que divulgou, com a devida autorização das autoridades judiciárias, quer junto das entidades policiais quer junto da população em geral, visando recolher, desse modo, informações que pudessem ser relevantes na identificação do autor daqueles crimes.

Na concretização deste objetivo, foi decisivo o papel da comunicação social na divulgação do retrato robot e na aquisição de elementos fundamentais para a identificação do suspeito e descoberta da verdade.

Das diligências investigatórias desenvolvidas e dos elementos probatórios carreados para o inquérito, nomeadamente, dos resultados periciais obtidos, resultou a identificação cabal e inequívoca do presumível autor dos crimes em investigação e a conclusão da mesma com proposta, ao Ministério Público, de dedução de acusação.

Para o alcance de tal desiderato e sucesso da investigação assim realizada, foram fatores determinantes a colaboração de outros OPC, de diversas instituições públicas e de muitos cidadãos.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo