Parceiros
AlmadaAtualidade

Hospital Garcia de Orta já garante registos clínicos informáticos, mas sem data para reposição total da normalidade

- publicidade -

Os registos clínicos dos utentes do Hospital Garcia de Orta, em Almada, já estão a ser assegurados informaticamente, de uma formal gradual, em toda a unidade, após o ataque cibernético de que foi alvo a 26 de Abril.

O ataque informático levou à ativação dos planos de contingência, assegurando-se os registos clínicos em suporte de papel, e causou vários constrangimentos ao nível das consultas, atendimentos em ambulatório e cirurgias.

Numa resposta enviada à Lusa, o HGO refere que a realização de consultas subsequentes ficou comprometida, prevendo a sua retoma, na íntegra, ainda esta semana, em todos os serviços clínicos.

No entanto, mesmo com relatórios efetuados manualmente, a devida identificação do utente é sempre assegurada.

Neste momento, adianta o hospital, o sistema informático está a ser reposto de forma gradual, tendo em conta as orientações da Polícia Judiciária (PJ) e da Comissão Nacional de Cibersegurança (CNCS) para identificar a origem deste crime.

O ataque decorre de um ‘malware’ (‘software’ malicioso) que se propaga de forma viral, designado ‘ransomware’, e em que o “pedido de resgate” consiste numa mensagem automática gerada pelo próprio vírus.

Relativamente aos meios complementares de diagnóstico e terapêutica, o HGO refere que tem assegurado a resposta necessária para o adequado seguimento clínico dos doentes, e que até ao momento não há evidência de que os dados dos utentes tenham sido comprometidos.

Quanto à reposição total da normalidade, o hospital adianta na resposta que, «atendendo à complexidade do trabalho técnico que está a ser desenvolvido pelas equipas de informática, não é possível estabelecer uma data».

Neste contexto adverso, «as equipas do HGO estão empenhadas na sua missão de prestar cuidados de saúde e a redobrar os seus esforços, maximizando os meios ao seu dispor, na assistência aos cidadãos dos concelhos de Almada, do Seixal e de outros concelhos do Sul do país, para quem esta unidade hospitalar é referência».


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário