Parceiros
Almada

Hospital Garcia de Orta ainda sem regularização dos serviços após ciberataque

- publicidade -

O Hospital Garcia de Orta, em Almada, continua muito condicionado, por causa do ataque informático de que foi alvo na passada terça-feira.

Em comunicado emitido pela instituição ao início da noite de quinta-feira, o Conselho de Administração do Hospital explicava «que não há até ao momento evidências de que os dados dos utentes tenham sido comprometidos».

Muitos dos serviços estão a ser garantidos através de registos em suporte papel, como é o caso das primeiras consultas, cirurgias programadas, do ambulatório, e dos exames e analises prioritários.

O plano de contingência continua activado, mas por enquanto não há uma estimativa para a normalização total dos serviços.

De resto, todos os outros serviços estão a ser reprogramados e o Garcia de Orta continua sem receber doentes urgentes por parte do Centro de Orientação do INEM.

Em comunicado, o HGO apela à população de Almada e do Seixal que, em caso de doença aguda, contacte, em primeiro lugar, a linha SNS 24, aconselhe-se com o médico assistente ou contacte o seu centro de saúde, para uma assistência de maior proximidade e celeridade.

«Dessa forma, evitam-se tempos de espera maiores nos diferentes Serviços de Urgência do Hospital, atualmente condicionados na capacidade de resposta.

O HGO conta com a colaboração de equipas de peritos e especialistas internos e externos, atualmente a trabalhar no plano de recuperação da infraestrutura, para restabelecer a normalidade da rede informática e dos servidores, que se prevê que seja gradual e decorra nos próximos dias.

A infraestrutura do HGO é independente, não estando em rede ou sendo partilhada com nenhum outro hospital.»

Segundo o hospital, o ataque informático de que foi alvo «decorre de um malware que se propaga de forma viral, designado ransomware, que gerou um pedido de resgate automático, gerado pelo próprio vírus».

Também a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo admitiu esta quinta-feira que algumas Unidades de Saúde de Setúbal estão a reagendar consultas programadas, devido a medidas cautelares implementadas após ao Hospital Garcia de Orta.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário