DistritoSetúbal

Hospital de Setúbal sob a mira da Entidade Reguladora da Saúde

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) emitiu esta segunda-feira uma deliberação na qual considera que o Centro Hospitalar de Setúbal «não acautelou o devido acompanhamento da utente durante todo o período de permanência no serviço de urgência».

A mulher grávida de gémeos, com vinte semenas de gestação, deu entrada na urgência daquele equipamento hospitalar a 29 de Dezembro de 2017, com queixas de dores na ‘região infracostal’ e foi enviada para casa após análises e exames complementares.

Quatro dias depois, a mulher regressou à urgência com dor abdominal, ‘cólicas intensas’ e queixas de corrimento, sendo que após a primeira observação médica, foi realizada ecografia, que demonstrou fetos ‘com boa vitalidade’, além de análises.

No entanto, durante a espera pelos resultados, a utente sentiu dores mais intensas e numa ida ao WC acabou por «expulsar o primeiro feto» refere o relatório, explicando que a mulher foi depois transportada para o bloco de partos «onde expulsou o segundo feto».

Segundo o perito médico consultado pelo Regulador da Saúde, os sintomas que a utente apresentava quando foi a segunda vez à urgência indiciavam já ‘uma situação de rutura de bolsa de águas e trabalho de parto em início’.

A deliberação da ERS refere ainda que se tratava de «uma gravidez de risco, pela idade materna […] agravado pela gemelaridade […], pelo que imporia ao prestador um maior cuidado no atendimento da utente e uma atuação mais prudente».

O relatório define que «parece ter havido subavaliação da situação clínica» e que a utente não foi sujeita a vigilância e monitorização em permanência enquanto esteve na urgência de obstetrícia do Centro Hospitalar de Setúbal.

O regulador pede agora na deliberação que o processo seja apreciado pela Ordem dos Médicos e pela Ordem dos Enfermeiros.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.