AlmadaSetúbal

Hospitais de Setúbal e Almada com menos doentes em enfermaria mas mais dois em UCI

- publicidade -

Os hospitais de São Bernardo (HSB), em Setúbal, e Garcia de Orta (HGO), em Almada, mantêm hoje uma ligeira tendência de descida no número de doentes ‘covid’, mas ainda sem qualquer impacto no número de internados em cuidados intensivos.

Em termos globais, os dois hospitais da margem sul do Tejo, no distrito de Setúbal, registam hoje um total de 391 doentes ‘covid’ internados, menos 17 do que na quinta-feira, mas há mais dois doentes em cuidados intensivos.

O HGO regista um total de 228 doentes ‘covid’ internados, o mesmo número que se verificava no dia anterior, mas 29 estão em cuidados intensivos, mais dois do que na quinta-feira.

Mais positiva é a tendência de descida no Hospital de São Bernardo, em Setúbal, que apresenta hoje um total de 163 internados infetados com o novo coronavírus, menos 17 do que na quinta-feira, embora mantenha os mesmos 16 doentes em cuidados intensivos.

O Hospital de São Bernardo disponibilizou, entretanto, mais 27 camas na Área Dedicada a Doentes Respiratórios (ADR) no Serviço de Observações, que se destina apenas a doentes infetados com o vírus SARS-Cov-2.

 A nova estrutura modular, contígua à ADR do Serviço de Urgência Geral, permite melhorar a resposta do Hospital de São Bernardo a doentes respiratórios, que até agora dispunham apenas de 12 camas na urgência.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui