DestaquePalmelaSetúbal

Homicidas dizem que Lucas Miranda pediu para ser asfixiado

Os homicidas de Lucas Miranda disseram no Tribunal de Setúbal que a vítima pediu para morrer.

- publicidade -

Os homicidas de Lucas Miranda disseram no Tribunal de Setúbal que a vítima pediu para morrer.

O Correio da Manhã indica que os dois jovens, de 17 e 16 anos, asfixiaram Lucas Miranda com um golpe de mata-leão e penduraram o cadáver (com recurso a uma corda) pelo pescoço numa árvore, uma de modo a indicar que foi suicídio.

Esta foi a versão dos homicidas à juíza, que nada tem a ver com o que a PJ encontrou no local. As autoridades descobriram o corpo da vítima mortal enrolado num lençol e no fundo de um poço com nove metros em Palmela.

Segundo aquele jornal, Lucas Miranda pedia várias vezes para morrer e os homicidas tentaram assassinar o jovem de 15 anos por diversos momentos, incluindo dentro do próprio Centro Jovem Tabor de Setúbal, onde os três residiam.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui