DestaqueLisboa

Homem retirado inconsciente da água em Cabo Raso acabou por morrer

Um homem de 45 anos morreu esta manhã depois de alegadamente ter entrado em dificuldades na água, enquanto praticava pesca submarina na zona do Cabo Raso, Cascais.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa) recebeu o alerta pelas 10h08, a informar que se encontrava um corpo a flutuar ao largo do Cabo Raso, e foram de imediato ativados para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima de Cascais e da Estação Salva-vidas de Cascais.

A vítima foi encontrada em estado inconsciente na água, tendo sido resgatada e transportada por uma embarcação de pesca, que se encontrava nas proximidades, para a marina de Cascais, onde aguardavam os elementos do INEM e dos Bombeiros Voluntários Cascais.

Foram de imediato iniciadas manobras de reanimação que, apesar dos esforços, não foi possível reverter a situação, tendo o óbito sido declarado no local.

O homem, Paulo Aguiar, era militar da GNR que se encontrava de folga.

O Ministério Público foi contactado e o corpo da vítima foi posteriormente transportado pelos Bombeiros Voluntários de Cascais para o Instituto de Medicina Legal da Guia.

O Comando-local da Polícia Marítima de Cascais tomou conta da ocorrência, estando o Gabinete de Psicologia da Polícia Marítima a prestar apoio aos familiares da vítima.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.