Atualidadebombeiros

Homem morreu na praia do Pintadinho por paragem cardiorrespiratória

Praticante de caça submarina morreu na praia do Pintadinho em Lagoa

publicidade

Um praticante de caça submarina, de 57 anos de idade, morreu na manhã desta terça-feira após de ter saído do mar com dificuldades respiratórias e entrado em paragem cardiorrespiratória, na praia do Pintadinho, em Lagoa.

​O piquete da Polícia Marítima recebeu o alerta, através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), a informar que um homem de nacionalidade portuguesa, se encontrava em dificuldades na praia do Pintadinho, deslocando-se de imediato para o local. Foram também empenhados os Bombeiros Voluntários de Lagoa e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação do INEM.

No local, os nadadores-salvadores auxiliaram o homem a sair da água e prestaram os primeiros socorros à vítima, que entrou em paragem cardiorrespiratória.

Foram efetuadas manobras de reanimação, no entanto a vítima não resistiu, tendo o óbito sido declarado no local pelo médico do INEM.

O corpo foi transportado para o Gabinete Médico-Legal de Portimão, tendo o Comando-local da Polícia Marítima de Portimão tomado conta da ocorrência.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui