CrimeMundo

Homem de 27 anos morto no Irão por festejar derrota no Mundial do Qatar

- publicidade -

Um homem foi morto na noite de terça-feira pelas forças de segurança iranianas por comemorar a derrota da seleção do Irão no jogo contra os Estados Unidos da América, que ditou o afastamento da seleção da competição. As informações foram avançadas por uma Organização não Governamental (ONG) iraniana, ativista dos direitos humanos.

No momento de enorme instabilidade social que o país atravessa, para muitos iranianos, o afastamento do Campeonato do Mundo de Futebol foi um motivo de festejo, mesmo sendo o jogo contra os Estados Unidos.

Mehran Samak, um homem de 27 anos, foi um dos cidadãos que saiu à rua para festejar a derrota do seu país. De acordo com a ONG, Samek terá sido baleado na cabeça pelas forças policiais depois de sair com o carro e buzinar pelas ruas de forma a mostrar o seu contentamento.

No funeral do homem iraniano que decorreu esta quarta-feira, foram registadas imagens pela BBC que mostraram muitos dos presentes na cerimónia a entoar, “tu és a sujidade, a imoralidade e eu sou uma mulher livre”. Estas declarações tornaram-se numa espécie de grito de revolta após o assassinato de Mahsa Amini, uma jovem de 22 anos que morreu vítima das forças de autoridade.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *