AtualidadeCrime

Grupo adquiria armas de alarme para transformar e vender em Portugal

A PSP informa que foram condenados três homens pela coautoria do crime de associação criminosa e pela coautoria do crime de tráfico e mediação de armas, tendo-lhes sido aplicado 8, 6 e 5 anos de pena de prisão efetiva a cada um dos arguidos.

Outro arguido envolvido no processo foi condenado pelo crime de detenção de arma proibida, tendo-lhe sido aplicado 3 anos e 9 meses de pena de prisão efetiva.


O líder do grupo criou e liderou uma organização tendente à venda, em Portugal, de armas de fogo transformadas e modificadas a partir de armas de venda livre.

O modus operandi desta organização criminosa consistia na encomenda e aquisição de centenas de armas de alarme e armas de sistema Flobert a um armeiro, na Eslováquia e República Checa e, posteriormente, transportava-as para Portugal, onde procediam à transformação daquelas armas em armas de fogo.

A investigação deste processo foi delegada no Departamento de Armas e Explosivos da Polícia de Segurança Pública que, no âmbito das suas competências de investigação criminal, desenvolveu uma investigação relacionada com tráfico internacional, mediação e transformação de armas de fogo, durou 22 meses e totalizou os seguintes resultados: 7 detidos; 47 mandados de busca e apreensão, 13 domiciliários e 34 não domiciliários;  176 armas apreendidas; mais de um milhar de munições de calibre diverso apreendidas.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.