Greve dos funcionários encerra Escola Alberto Valente

Funcionários não docentes estão em greve e deixam escolas fechadas. É o caso da Escola Alberto Valente, em Pinhal Novo.

0
86
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Escola Alberto Valente, em Pinhal Novo, encontra-se hoje encerrada, o seu encerramento deve-se ao facto da greve dos funcionários não docentes. Teresa Pólvora, funcionária daquele estabelecimento disse à SIC que a escola conta com cerca de 300 alunos e que conta com oito funcionários.

Somos uma escola com 326 alunos, uma sala de ensino estruturados, crianças que precisam muito da nossa atenção e nós não estamos a conseguir aguentar isto por mais tempo“, foram as palavras da funcionária.

Para além da falta de funcionários, Teresa Pólvora adiantou ainda que a escola funciona desde as 6h às 19h30, tem um espaço grande de limpeza e que neste momento estão a deixar entre 4 a 5 salas de aula por limpar. O medo é generalizado, pois com a falta de funcionários docentes as crianças não estão em segurança.

Diário do Distrito tentou contactar o gabinete do ministro da tutela mas sem êxito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome