Nacional
Em Destaque

Greve de cinco dias deixa enfermarias à “nora”

A greve irá acontecer entre o dia 9 e 13 de novembro

publicidade

Está marcada a próxima greve que vai deixar muitas enfermarias dos hospitais públicos e dos serviços do SNS à “nora”, isto porque a iniciativa foi marcada para um período em que Portugal está a combater a pandemia da Covid-19.

O Sindicato Democrático dos Enfermeiro Portugueses (Sindepor) convocou a greve geral da classe de cinco dias porque diz que os profissionais estão com desgaste e desmotivação.

São os dois principais motivos que levam os enfermeiros a apresentar a greve em plena pandemia.

Em declarações ao CM, Carlos Ramalho, presidente da Sindepor, diz que está convicto de que os portugueses estão ao lado dos profissionais, aqueles que tem feito de todos os sacrifícios para manter as enfermarias dos hospitais em funcionamento ao longos destes anos todos.

O dirigente adianta ainda que os enfermeiros portugueses vivem momentos críticos, com contratos precários e que não dignifica a profissão que é tão importante no setor da saúde.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui