AtualidadeGrândolaNacional

Grândola adere a projeto de parentalidade positiva

- publicidade -

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CPCJ) de Grândola aderiu ao Projeto Adélia, como entidade responsável. O projeto surge como resposta a um dos maiores desafios que se apresenta atualmente na sociedade, o da parentalidade positiva.

O Município tem como objetivo sensibilizar e capacitar a população, de forma a criar um futuro melhor, tendo como foco principal as crianças e jovens. Através de atividades e campanhas de sensibilização para o exercício de uma parentalidade positiva nas diferentes dimensões da vida familiar, a Comissão tem vindo a promover o Projeto Adélia. O feedback obtido tem sido bastante positivo.

Projeto Adélia reflete a necessidade do desenvolvimento de políticas preventivas, sistémicas e comunitárias para a construção de uma sociedade livre de violência, a começar pelo incentivo à parentalidade positiva, ou seja, pais que respeitam o melhor interesse das crianças e jovens e os seus direitos. Destina-se a Famílias e Cuidadores, Profissionais que trabalham com famílias, Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), Entidades com competência em matéria de infância e juventude (ECMIJ) e na Sociedade Civil.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo