Parceiros
Famosos

Graciano foi despedido da CMTV por críticas ao “manda chuva” do canal e ambição de lhe suceder

- publicidade -

Nuno Graciano revelou na TVI que devido a um contrato de sigilo não podia revelar as causas da sua saída da CMTV.

Mas, o jornal Tal & Qual, numa crónica de Gustavo Lynch apontou o motivo: “O que pouca gente sabe é por que razão, em Maio de 2016, Graciano foi posto a andar de um dia para o outro da estação de Paulo Fernandes… A história é simples, e conta-se em duas penadas: ao que parece, ao apresentador que dividia a apresentação do ‘Manhã CM’ com Maya, passou-lhe pela cabeça vir a suceder a Octávio Ribeiro, o então todo-poderoso patrão’ da CMTV, a quem não se cansava de criticar entre dentes”.

As “críticas que passaram a ser mais públicas a partir dum jantar que reuniu alguns colaboradores do programa, e em que, entusiasmado, Graciano não se coibiu de ‘malhar’ a torto e a direito no desempenho de Ribeiro. Ainda o jantar não tinha terminado, e já Octávio Ribeiro sabia ao mínimo detalhe das tropelias do apresentador das manhãs da sua televisão. Resultado? Na manhã seguinte, fazendo jus à implacabilidade que o caraterizou enquanto ‘manda chuva’ da CMTV, Ribeiro mandou comunicar a Nuno Graciano que a estação dispensava os seus serviços”, rematou.


Sondagem | Tem condições para acolher refugiados ucranianos em sua casa?
VOTE AQUI!
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito

Escreva um comentário