AtualidadeCovid-19DistritoSetúbal

Governo mantém situação de calamidade até 8 de Agosto

- publicidade -

O Governo prolongou hoje a situação de calamidade em Portugal continental até 8 de agosto, no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

«O Conselho de Ministros aprovou uma resolução que prorroga a situação de calamidade em todo o território nacional continental até às 23h59 do dia 8 de agosto de 2021 e altera as medidas aplicáveis a determinados concelhos», refere o comunicado divulgado após o Conselho de Ministros.

A situação de calamidade, nível de resposta a situações de catástrofe mais alto previsto na Lei de Base da Proteção Civil, entrou em vigor a 1 de maio e tem sido renovada quinzenalmente.

Também este Conselho de Ministros definiu um aumento na lista dos concelhos que agora vão passar a seguir as normas devido ao aumento do número de casos, conforme referiu a ministra da Presidência.

Dez concelhos do distrito em ‘risco muito elevado’

No distrito de Setúbal, está em ‘risco elevado’ o concelho de Santiago do Cacém, e em ‘risco muito elevado’ os concelhos de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra, Setúbal e Sines.

Entram em alerta os municípios de Aljezur, Almeirim, Almodôvar, Amares, Beja, Bragança, Celorico de Basto, Cinfães, Cuba, Entroncamento, Esposende, Évora, Freixo de Espada à Cinta, Mealhada, Miranda do Douro, Mirandela, Montalegre, Moura, Odemira, Oliveira de Azeméis, Pombal, Ponte de Lima, Póvoa de Lanhoso, Resende, São João da Pesqueira, Tomar, Torres Novas, Vale de Cambra, Vila Pouca de Aguiar.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo