CrimePaís

Governo em alerta cria ‘equipa especial’ para lidar com aumento da criminalidade juvenil

O ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, anunciou que vai criar uma «equipa especial multidisciplinar para lidar com a criminalidade juvenil.

O anúncio foi feito na última reunião do Conselho Superior de Segurança Interna (CSSI), onde reuniram as polícias, serviços de informações, serviços prisionais, Ministério Público e ministros das tutelas, após a apresentação dos números da criminalidade juvenil pelo secretário-geral de Segurança Interna, Paulo Vizeu Pinheiro.


O Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) regista «um substancial aumento neste ano» na criminalidade juvenil, sendo que 2021 foram abertos um total de 5.753 inquéritos tutelares educativos, mais 9,2% que em 2020.

O RASI aponta ainda para uma subida de 0,9% da criminalidade geral participada mas uma descida de 6,9% na criminalidade violenta e grave em 2021, ano em que os crimes cometidos por jovens entre os 12 e os 16 anos subiram 7,3%, o segundo maior aumento da década.

Associado a este fenómeno, a criminalidade grupal voltou também a crescer 7,7%, na qual se verifica o aumento de uma especial violência e o uso de armas fatais, principalmente esfaqueamentos, mas também com uso de armas de fogo, por parte dos jovens.

O ministro está assim a preparar a criação de «uma equipa especial multidisciplinar, envolvendo diferentes áreas governativas», para identificar respostas para travar e prevenir a criminalidade juvenil

«A missão e o objeto de análise – nomeadamente as tipologias de crimes graves e violentos, o impacto da pandemia na saúde mental, os efeitos da pobreza e das desigualdades – desse grupo de trabalho estão definidos, pelo que entrará em funções logo que a sua composição esteja concluída» refere fonte oficial do Governo citada pelo jornal Diário de Notícias.

Além das forças de segurança e de entidades ligadas ao sistema educativo e de justiça, na área da saúde, a equipa especial integrará a Escola Nacional de Saúde Pública, da Universidade Nova de Lisboa (ENSP/UNL).


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.