Atualidade

Governo compensa quebras de faturação no setor da Cultura

O Programa Apoiar vai apoiar as quebras de faturação no setor da Cultura no último trimestre de 2020, em comparação ao período homólogo de 2019.

A medida deve-se à situação de calamidade decretada para o Governo “ajustar a resposta que vem sendo dada ao setor cultural, designadamente através da alteração do Regulamento do Programa Apoiar”, para diminuiu o impacto económico resultante da aplicação das novas regras sanitárias, “num ano particularmente difícil” para o setor cultural.


Assim, o Programa Apoiar possibilita “um novo pagamento correspondente a 20% das quebras de faturação apuradas entre o 4º trimestre de 2020 e o 4º trimestre de 2019, com tectos de apoio alargados, para atividades relacionadas com a realização de eventos culturais, designadamente atividades de teatro, de música, de dança e cinematográficas”.

O “pagamento extraordinário quando destinado a atividades culturais poderá atingir, para empresas com quebras de faturação entre 25% e 50% no período de referência, um apoio de até mil euros para empresários em nome individual; 2500 para microempresas; 13 750 para pequenas empresas e 33 750 euros para as médias empresas”.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.