AtualidadecoronavírusDestaqueNacional

Governo agradece ajuda francesa

- publicidade -

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde agradeceu esta segunda-feira a ajuda do Governo francês com a disponibilização de uma médica e três enfermeiras que vão ajudar na prestação de cuidados intensivos no Hospital Garcia de Orta, em Almada.

“Em nome do Governo português, um agradecimento profundo ao governo francês por esta colaboração e por esta cooperação, que é de facto um sinal bem vivo de uma Europa bem viva e bem solidária”, disse António Lacerda Sales.

“Tudo faremos neste contexto para aliviar aquilo que é a pressão ao nível das unidades de cuidados intensivos. E dizer-vos que de facto foi uma área onde muito temos investido, onde, relembro, tínhamos no início de março cerca de 1.142 ventiladores e temos hoje mais de 2.000 ventiladores. Tínhamos em 2012 um rácio de 4,2 camas por 100 mil habitantes; temos hoje um rácio – no final de dezembro – de 9,4 camas por 100 mil habitantes. Mais do que duplicámos”, sublinhou.

O Secretário de Estado Adjunto e da Saúde salientou ainda o esforço do Governo português na contratação de médicos intensivistas, 48 em 2020 e mais 47 desde o início deste ano.

A equipa médica francesa que durante 15 dias vai trabalhar no Hospital Garcia de Orta é constituída por três enfermeiras e uma médica do serviço de saúde dos bombeiros franceses.

Toda a equipa, como referiu a enfermeira francesa lusodescendente Sandra Fleury, “tem experiência em situações de e Emergência e Reanimação”.

“Viemos de várias regiões de França, temos participado em várias missões internacionais sanitárias, mas também em França, em missões Covid e desastres naturais. É com grande satisfação que apresentamos a nossa ajuda e o nosso contributo à equipa do Dr. Antero Vale Fernandes, nesta crise de saúde, que também vivemos em França. Esperamos poder aliviá-lo na sua carga de trabalho, em colaboração com as suas equipas. Agradecemos a sua confiança e o seu acolhimento”, disse a enfermeira lusodescendente.

A embaixadora de França em Portugal, Florence Mangin, agradeceu ao Governo português “por ter aceitado a proposta francesa de cooperação médica neste momento difícil”, salientando que se trata de uma “iniciativa de solidariedade muito natural entre dois países como a França e Portugal, que têm uma forte ligação de amizade”.

“A França também foi objeto de ajuda europeia no ano passado. Hoje a nossa cooperação tem como objetivo aliviar a pressão sobre os médicos portugueses”, acrescentou Florence Mangin, que disse ainda estar “muito feliz com esta cooperação entre França e Portugal”.

Na cerimónia de receção à equipa médica francesa, além do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde e da embaixadora de França, estiveram também o presidente do Conselho de Administração e o diretor do Serviço de Medicina Intensiva do Hospital Garcia de Orta e ainda a presidente da Câmara Municipal de Almada.

O Hospital Garcia de Orta, a exemplo do que se verifica a nível nacional, manteve hoje a tendência de descida no número de doentes Covid, com um registo diário de um total de 207 doentes internados, 25 na Unidade de Cuidados Intensivos.

- publicidade -

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui