Golfinho encontrado na Lagoa de Albufeira terá morrido sufocado

O cadáver de um golfinho riscado surgiu ontem na praia da Lagoa de Albufeira, e segundo o Capitão Luís Lavrador, da Capitania do Porto de Setúbal, o animal terá ficado preso nas redes e morrido por asfixia.

0
522
DR - Helena Aleluia /Facebook
Tempo de Leitura: 1 minuto

O cadáver de um golfinho riscado surgiu ontem na praia da Lagoa de Albufeira, em Sesimbra, e causou consternação aos veraneantes, sobretudo porque ao animal tinha sido cortada a barbatana dorsal.

A foto foi partilhada nas redes sociais e chegou à redacção do Diário do Distrito, que contactou com a Capitania do Porto de Setúbal.

O Capitão Luís Lavrador explicou que “sendo o golfinho um mamífero, não aguenta muito tempo debaixo de água e tudo indica que o animal terá ficado preso em redes debaixo de água, e que os pescadores ao recolherem as redes tenham encontrado o corpo.

O corte que este apresentava no dorso era ‘limpo’, o que indicava que o animal não se debateu, o que teria acontecido se a barbatana tivesse sido cortada com o animal vivo.”

Em relação à possibilidade do golfinho ter sido capturado em redes ilegais, o Capitão Luís Lavrador coloca de parte essa hipótese. “Aquela zona é de pesca legal e com redes legais. Os golfinhos são animais inteligentes e costumam evitar essas áreas, mas também podem distrair-se ou até não estarem bem de saúde e deixarem-se apanhar, sendo que sem poderem vir à superfície, acabam por morrer em pouco mais de trinta minutos.”

Acerca da actuação dos pescadores, o Capitão Luís Lavrador é peremptório “tenho a certeza de que se o animal ainda estivesse vivo, não hesitariam em cortar as próprias redes para o salvar, porque a ligação dos pescadores aos golfinhos é forte, e também eles ficam sensibilizados quando algo assim acontece.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome