AveiroCantinho da BicharadaSanta Maria da Feira

GNR voltou a retirar cerca 30 cães e 10 gatos de canil ilegal em Canedo (C/ Vídeo)

- publicidade -

Berta Brazão ficou conhecida em 2020 quando foi alvo de um grupo de ativistas dos direitos dos animais que denunciaram a associação que dirigia (DZG Canedo) num canil/gatil ilegal em Canedo, Santo Maria da Feira, após o resgate dos animais de outro canil durante o incêndio que consumiu a Serra da Agrela, em Santo Tirso, altura em que as atenções estavam mais alerta para a existência de outros espaços de recolha de animais que, além de ilegais, mantém os animais sem condições de salubridade.

Na altura, o vereador da Câmara Municipal da Feira, Vítor Marques, confirmou que o local era ilegal e que existiam vários processos crimes a decorrer nos tribunais.

Agora os animais recolhidos por Berta Brazão em nome da Associação ARC Canedo, voltaram a ser retirados pela GNR, depois de denúncias e de um vídeo que mostra as condições em que se encontram cães e gatos.

«Esta pessoa é responsável pela morte de muitos, muitos animais ao longo dos anos! Este vídeo foi filmado quarta feira, dia 13 de Outubro de 2021 e as imagens falam por si.

Sempre soubemos que seria uma questão de tempo, até que esta senhora voltasse a prevaricar. Conseguiu em poucos meses, voltar a transformar aquele inferno numa autêntica lixeira a céu aberto, num pequeno campo de concentração. Animais já cadáveres, gatos fechados em gaiolas de contenção de plástico para roedores, sem arejamento. Cães sem água, sem comida, feridos e presos à corrente. Cães em crates e transportadoras, ao sol, com 30 graus de temperatura exterior. Um saco de plástico cheio de seringas, lixo, moscas e estas pobres almas a implorar por ajuda.»

A denúncia de Carla Amaral resultou na intervenção da GNR com o veterinário municipal esta terça-feira, conforme conta ao Diário do Distrito: “Chegámos ao local por volta das 9h30, e a Berta Brazão chegou pouco depois, já depois de ter chamado as autoridades. Entretanto encheu a carrinha de animais e ia sair novamente, mas foi interceptada pela GNR de Canedo.

Pouco depois chegou também o núcleo de Proteção Ambiental (SEPNA) da GNR da Feira, e a seguir o veterinário municipal. Julgo terem sido retirados perto de 30 cães e mais de 10 gatos.»

Os animais foram encaminhados para clínicas, para tratamento, «e outros para o canil intermunicipal e alguns para uma Associação de Proteção Animal» refere ainda Carla Amaral, que deixa um apelo para que «as associações para se constituam como fiéis depositários dos animais para que possam sair do canil».


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo