PalmelaPinhal Novo

GNR registou 10 crimes de contrafação e falsificação de moeda no Distrito de Setúbal

O Diário do Distrito questionou a GNR sobre uma denúncia de passagem de notas falsas em Pinhal Novo nas últimas semanas, informação que já chegou também ao Banco de Portugal.

O Diário do Distrito questionou a GNR sobre uma denúncia de passagem de notas falsas em Pinhal Novo nas últimas semanas, informação que já chegou também ao Banco de Portugal.

Em resposta, a GNR indica que através do Comando Territorial de Setúbal, “registou na sua área de ação, durante o ano corrente, dez crimes de contrafação/falsificação de moeda e passagem de moeda falsa. Dos crimes identificados, apenas um foi registado na zona de Palmela, sendo que na área de ação do Posto Territorial de Pinhal Novo, não foi registada qualquer situação relacionada com o assunto”.

Contudo, a autoridade não negou a possibilidade de estarem a ser utilizadas notas falsas no comércio de Pinhal Novo, e relembrou que “a denúncia deste crime [contrafação/falsificação de moeda e passagem de moeda falsa] é extremamente importante, para que os recursos existentes sejam empenhados segundo uma lógica de prioridades, após ponderação e análise dos vários critérios de decisão, sendo fundamental o conhecimento das ocorrências/situações que se vão verificando na zona de ação. Significa que existe a necessidade, por parte de vitimas ou lesados, da formalização de queixa ou informação de situações que possam enquadrar algum ilícito criminal”.

O Diário do Distrito aguarda ainda pela resposta da Policia Judiciária, no sentido de saber se está a decorrer alguma investigação sobre a alegada utilização de notas falsas pelo comércio de Pinhal Novo.



Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.