AlmadaDestaque

GNR fiscalizou e multou mais de 100 condutores no IC20 em Almada

A Guarda Nacional Republicana executou, nesta manhã de quinta-feira, uma operação de fiscalização no IC 20, em Almada, no acesso a Lisboa.

- publicidade -

A Guarda Nacional Republicana executou, nesta manhã de quinta-feira, uma operação de fiscalização no IC 20, em Almada, no acesso a Lisboa, onde foram elaborados mais de 100 autos de contraordenação aos condutores.

O Diário do Distrito esteve no local e falou com o capitão Celso Pereira, que explica que esta ação enquadra-se “no âmbito das comemorações do Dia da Unidade do Comando Territorial de Setúbal e tem a ver com um projeto que a GNR está a desenvolver em conjunto com a Universidade de Évora. Trata-se de um modelo matemático que permite prever a ocorrência de acidentes de viação com algum grau de certeza e num determinado local.

Assim conseguimos gerir o nosso esforço e o nosso efetivo de uma maneira mais eficiente para tentar perceber porque é que ocorre o acidente, e depois basta adaptar ao nosso trabalho, ou seja, saber se é só necessário fiscalizar, sensibilizar, se basta uma presença uniformizada, ou se é necessário controlo de velocidade. Acabamos por empenhar os meios onde realmente faz falta e da forma adequada”, disse.

Acrescentou ainda que o projeto ainda não está concluído, mas está “numa fase que nos permite chegar à conclusão que o IC20 é um dos pontos onde ocorrem muitos acidentes de viação devido à elevada intensidade de trânsito e às manobras que são praticadas, mais concretamente pela falta de sinalização na mudança de via e na violação da linha contínua“. Os militares estiveram também a promover comportamentos mais seguros por parte dos condutores, de modo a diminuir a sinistralidade rodoviária.

No balanço da operação que terminou pelas 11h30, o capitão Celso Pereira informou que foram sensibilizadas mais de 150 pessoas. A grande maioria dos autos de contraordenação registados devem-se à falta de documentação, tacógrafos, matrículas e inspeção do veículo.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo