JustiçaSines

GNR detido em Sines com taxa crime de álcool no sangue acusado pelo Ministério Público

O Ministério Público acusou um militar da GNR, de 44 anos, por crimes de ameaça agravada, injúrias e condução sob efeito de álcool.

- publicidade -

O Ministério Público acusou um militar da GNR, de 44 anos, por crimes de ameaça agravada, injúrias e condução sob efeito de álcool. O homem foi intercetado e detido numa operação de fiscalização da guarda em Sines, em outubro de 2019, onde acusou uma taxa crime de 2,29 g/l de álcool no sangue.

O militar tentou convencer os colegas para que não o obrigassem a realizar o teste do balão, mas sem sucesso. Mais tarde, ameaçou os colegas de profissão.

Segundo a acusação, o detido proferiu expressões como: “Se apanhar este gajo um dia mato-o”; “vão pagar bem caro pelo que me estão a fazer” e “um dia vou ser vosso comandante e estão lixados”.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo