Alcácer do SalAtualidadeCrime

GNR deteve três homens por furto de pinhas em Alcácer do Sal

- publicidade -

O Comando Territorial de Setúbal, através do Posto Territorial de Alcácer do Sal, no dia 28 de novembro, deteve três homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 27 anos, por furto de pinhas mansas, Pinus pinea, na localidade de Alcácer do Sal.

No decorrer de uma ação de patrulhamento, os militares da Guarda, detetaram três homens que estariam a apanhar pinhas mansas.

Após a abordagem, verificaram que os suspeitos não eram os proprietários do terreno, facto que levou à sua detenção e posterior elaboração de um auto de contraordenação por colheita fora do período legal e a apreensão das referidas pinhas de pinheiro-manso.

Os detidos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Grândola.

A GNR relembra que o pinheiro-manso (Pinus pinea) é uma espécie florestal com um crescente interesse económico, cuja importância do comércio externo de pinha e de pinhão tem contribuído para a promoção de importantes dinâmicas económicas à escala regional, uma vez que o pinhão produzido em Portugal é de todos o mais valorizado pelas suas características nutricionais.

A colheita de pinhas de pinheiro-manso é proibida entre 1 de abril e 1 de dezembro e, ainda que esteja caída no chão, a sua apanha está interditada por se encontrar em época de defeso, salvaguardando assim o crescimento e desenvolvimento da pinha e do pinhão e evitando a colheita da semente com deficiente faculdade germinativa e mal amadurecida.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *