Justiça

GNR deteve motorista na Ponte Vasco da Gama por manipulação de tacógrafo com íman

- publicidade -

A Unidade Nacional de Trânsito da GNR, através do Destacamento de Ação de Conjunto (DAC) de Lisboa, deteve ontem, dia 8 de julho, um homem de 55 anos, por falsificação de notação técnica, na Ponte Vasco da Gama.

No decorrer de uma ação de fiscalização rodoviária, os militares da Guarda abordaram um veículo onde detetaram que o tacógrafo vinha a registar tempo de descanso.

Após uma minuciosa inspeção técnica constatou-se que o mesmo tinha instalado um íman no gerador de impulsos do tacógrafo, bloqueando a emissão dos impulsos da caixa de velocidades para o tacógrafo.

Esta manipulação do tacógrafo digital possibilitou a circulação sem que o motorista fizesse o registo da condução, marcando apenas repouso, levando a uma condução contínua por longos períodos de tempo, o que contraria a prática de uma condução defensiva, atentando gravemente contra a segurança rodoviária, sendo o cansaço, em concreto a sonolência, uma das causas associadas a acidentes de viação.

O íman utilizado ficou apreendido, tendo o motorista sido constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Lisboa.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui