GNR deteve homem no Feijó por crime de furtos em residências em vários concelhos

A GNR deteve um homem no Feijó por posse de armas proibidas e suspeita da prática de dezenas de furtos em interior de residências, perpetrados nos concelhos da Moita, Palmela, Almada, Sesimbra, Seixal, Setúbal, Grândola e Alcácer do Sal.

publicidadeGearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion
Tempo de Leitura: < 1 minuto

O Comando Territorial de Setúbal da GNR informa em comunicado que através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Montijo deteve ontem, dia 26 de maio, um homem de 53 anos, na localidade do Feijó, Almada, por posse de armas proibidas e suspeita da prática de dezenas de furtos em interior de residências, perpetrados nos concelhos da Moita, Palmela, Almada, Sesimbra, Seixal, Setúbal, Grândola e Alcácer do Sal.

No decurso de uma investigação que durou cerca de oito meses, levada a cabo pelo NIC do Montijo, a GNR apurou que o suspeito atuava de forma isolada, com grande mobilidade, em que, através do arrombamento, normalmente de uma janela, se introduzia nas residências alvo de furto, inclusivamente e frequentemente com os seus proprietários no seu interior, a fim de subtrair dinheiro e objetos de valor.

A investigação culminou com a realização de duas buscas, uma domiciliária e uma em veículo, tendo sido apreendido o seguinte material: 1 veículo automóvel; 4 pistolas de alarme; várias munições de salva; 3 máquinas fotográficas digitais; 2 computadores portáteis; 1 par de algemas; 1 bastão extensível; 1 faca borboleta; 1 aerossol de gás pimenta; 1 objetiva fotográfica; 1 consola de jogos; 720 euros em numerário; 25 libras esterlinas; diversos objetos destinados à realização dos furtos (gazuas, luvas, passa-montanhas, lanternas) e diversos documentos referentes a transações de metais preciosos.

Estima-se que o valor do material recuperado possa ascender aos três mil euros. P

Para além do detido, foi ainda constituída arguida a sua companheira, de 47 anos, por coautoria na prática dos referidos ilícitos.

O detido, com antecedentes criminais pela prática do mesmo tipo de crime, encontra-se detido nas instalações da GNR e será presente no dia de hoje, dia 27 de maio, ao Tribunal Judicial do Barreiro.

As duas buscas efetuadas contaram ainda com o apoio da Polícia de Segurança Pública (PSP).

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome