GNR deteve dois homens em Sines por furto de 130 quilos de pinhas

Pela segunda vez em poucos dias, militares do Posto Territorial da GNR de Sines, detiveram dois homens por furto de pinha de pinheiro-manso “pinus pinea”, em Sines.

publicidade
Tempo de Leitura: < 1 minuto

Pela segunda vez em poucos dias, militares do Posto Territorial da GNR de Sines, detiveram dois homens por furto de pinha de pinheiro-manso “pinus pinea”, em Sines.

A detenção ocorreu ontem, dia 5 de dezembro, e os dois homens, com 19 e 46 anos, foram detidos no âmbito de uma ação de patrulhamento direcionada para a prevenção do furto da pinha, que se encontra no período de interdição da sua colheita.

Os militares abordaram dois homens numa zona de pinhal, num terreno alheio e sem consentimento do proprietário, tendo-lhes sido apreendidos 132 quilos de pinha e diversos utensílios para apanha da mesma, como luvas, sacos e varas.

Os detidos foram presentes durante o dia de hoje, ao Tribunal Judicial de Santiago do Cacém, para aplicação das medidas de coação.

A GNR relembra que a apanha da pinha de pinheiro manso, ainda que esteja caída no chão, está interdita por se encontrar em época de defeso, salvaguardando assim o crescimento e desenvolvimento da pinha e do pinhão e evitando, dessa forma, a colheita da semente com deficiente faculdade germinativa e mal amadurecida.

publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome