AlcocheteJustiça

GNR apreendeu 750 quilos de amêijoa-japonesa capturada em zona proibida de Alcochete

- publicidade -

O Comando Territorial de Setúbal informa em comunicado que através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) do Montijo e do Posto Territorial de Alcochete, apreendeu ontem, dia 26 de julho, um total de 750 quilos de amêijoa-japonesa na localidade de Alcochete.

No âmbito de uma ação de fiscalização realizada na marginal de Alcochete, junto ao rio Tejo, os elementos da GNR detetaram várias embarcações a proceder à descarga de amêijoa-japonesa e, na chegada ao local, foi possível encontrar vários sacos de amêijoa-japonesa dissimulados ao longo do paredão.

Após diligências policiais, foi possível verificar que a apanha de amêijoa-japonesa é proibida em toda a zona envolvente do pontão e praia de Alcochete, tendo dado origem à apreensão dos bivalves e respetiva elaboração do auto de contraordenação, correspondendo a uma coima que pode atingir os 250 000 euros.

No decorrer da ação foi possível apreender cerca de 750 quilos de amêijoa-japonesa, no valor estimado de 7 500 euros, tendo ainda sido identificado um indivíduo por posse de bivalves em situação irregular.

A Guarda Nacional Republicana alerta que a captura deste tipo de bivalves, sem que os mesmos sejam sujeitos a depuração ou ao controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas, sendo o documento comprovativo da origem do bivalve fulcral para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo.

Esta ação decorreu com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) de Setúbal.


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo