GNR apreendeu 38 animais de companhia em situação de perigo no Afonsoeiro

Uma mulher de 57 anos foi constituida arguida por mau tratos a animais depois da GNR ter apreendido 38 animais no Afonsoeiro.

0
908

O Comando Territorial de Setúbal da GNR, através do Núcleo de Proteção Ambiental do Montijo, realizou uma investigação de maus tratos a animais de companhia, dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Montijo, e ontem efetuou uma busca numa habitação e seus anexos, na localidade do Afonsoeiro, no Montijo.

Referenciado por ser um local de acumulação de animais de companhia, a que se seguiram as respetivas fiscalizações por várias entidades, contudo as condições de bem-estar animal e Salubridade Pública agravou-se nos últimos tempos.

Desta forma, numa ação conjunta entre a GNR, a Autoridade Veterinária Municipal do Montijo, apoiado pelos médicos veterinários do município do Barreiro e da Moita, de dois técnicos da área de promoção da Saúde e saúde ambiental, assim como pela Associação Zoófila PATAS & Tino Portugal, foi realizada a captura, triagem e exame físico a todos os animais existentes, sendo apreendidos 31 cães, 6 gatos e 1 hámster.

Os 38 animais de companhia foram encaminhados para o Canil Municipal do Montijo, onde estão a ser acolhidos e a receber tratamento médico-veterinário. Os animais estão à guarda daquele município, para posterior adoção.

Neste processo é arguida a detentora dos animais, uma mulher de 57 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Insira o seu comentário
Nome