CrimeMoita

GNR apreende 40 mil cigarros contrafeitos na Moita

Apreensão foi feita na Baixa da Banheira

- publicidade -

A GNR apreendeu 40.000 cigarros contrafeitos na quarta-feira, na Baixa da Banheira, Moita, na sequência de uma ação de prevenção e combate à evasão e fraude tributária, anunciou hoje aquela força de segurança.

De acordo com a Guarda Nacional Republicana, o valor dos cigarros apreendidos ascende a mais de nove mil euros.

Em comunicado, é explicado que, durante a operação, a Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal de Lisboa, encontrou “quatro caixas de cigarros” no interior de uma viatura.

«Após diligências policiais, apurou-se que as mesmas não ostentavam a estampilha fiscal exigida para a sua comercialização em território nacional.»

Segundo a GNR, a introdução no consumo dos cigarros apreendidos «teria causado um prejuízo ao Estado, em sede do Imposto Especial sobre o Consumo do Tabaco (IT) e do Imposto de Valor Acrescentado (IVA), superior a sete mil euros».

A autoridade acrescenta que foi ainda identificado um homem de 44 anos e realizado um auto de contraordenação por introdução irregular no consumo.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui