Parceiros
PaísTV e Cinema

Glória, a primeira série portuguesa da Netflix discutida na Universidade Católica

- publicidade -

A primeira produção portuguesa original para a plataforma de streaming Netflix estreou no passado 5 de Novembro e foi o objecto de discussão na Universidade Católica (UCP) de Lisboa esta Quinta-feira.

“Glória” é uma série produzida pela SPi e RTP e conta uma história de ficção, baseada em factos reais, sobre espionagem em Portugal durante a guerra fria. Em Portugal já é a série mais vista na Netflix, e a nível mundial está no 36º lugar, segundo José Amaral, produtor executivo e docente da FCH da UCP que participou na inauguração das MCC Talks, organizada pelo Mestrado em Ciências da Comunicação da Universidade Católica.

Nesta “talk”, também participou Pedro Lopes, argumentista, José Fragoso, director de Programas da RTP, e os actores da série Afonso Pimentel e Miguel Nunes.

A sessão foi moderada por Nelson Ribeiro, director da FCH, e contou com “casa cheia”, com alunos de Comunicação de várias universidades.

José Amaral, produtor executivo, explicou que o sucesso da série também se deveu ao tema da “guerra de propaganda, que tem relevância no panorama actual” e pela “grande procura nas histórias baseadas em factos reais”.

José Fragoso, da RTP, que é parceiro na produção da série, revelou que “não estamos propriamente aos pulos pois apesar de estarmos envolvidos ainda não podemos passar na RTP”, referindo-se ao sucesso da produção e ao contracto assinado entre as várias partes.

Os actores Afonso Pimentel e Miguel Nunes, que representam, respectivamente, as personagens Gonçalo e João Vidal, salientaram que existiu especial cuidado, também devido ao tempo que a pandemia lhes deu, para tornar os cenários mais realistas e credíveis.

No final, respondendo a uma questão de um aluno, o painel reforçou o papel desta série para “dar visibilidade e exportar a cultura portuguesa”.


SONDAGEM: Qual o seu sentido de voto nas próximas eleições legislativas a realizar no dia 30 de janeiro.
Carregue neste link para votar e partilhe
https://t.me/diariodistrito/1253

Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva no canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que fazemos no seu distrito


Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *