GrândolaJustiça

Furto de cortiça em Grândola ‘dá’ apresentações periódicas e pulseira electrónica

publicidade

A GNR deteve seis pessoas pelo furto de 10 toneladas de cortiça, que foram presentes esta segunda-feira, 10 de agosto, ao Tribunal Judicial de Setúbal, e a quem foram aplicadas as seguintes medidas de coação: dois com pulseira eletrónica, três com apresentações semanais e um com apresentações bissemanais no posto policial da área de residência.

Os seis homens foram detidos numa ação de investigação do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Grândola, que durava há cerca de três meses.

No dia 7 de agosto, os militares da Guarda deram cumprimento a seis mandados de detenção e cinco mandados de busca a uma rede que se dedicava ao furto de cortiça, sendo que os suspeitos, com idades compreendidas entre os 26 e 57 anos, já têm antecedentes relacionados com o tráfico de estupefacientes, furtos, condução ilegal e posse ilegal de armas.

No seguimento das diligências policiais, destaca-se a apreensão do seguinte material: 10.136 quilos de cortiça amadia no valor estimado de 21.100 euros; 7 machados de tirar cortiça; 2 motosserra; 1 planta de cannabis; 1 espingarda; 1 carabina de ar comprimido; 62 cartuchos e munições e ainda 2veículos.

A ação contou com o reforço do Destacamento de Intervenção (DI) de Setúbal e Santarém.

Ler mais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui