DestaqueDistritoLeiria

Funcionários do Santuário de Fátima vão ser dispensados

Santuário de Fátima despede 100 funcionários devido ao desequilíbrio das contas da instituição católica.

publicidade

São já três anos consecutivos com saldo negativo o que se agravou com a chegada da pandemia a Portugal e que afetou o Santuário de Fátima que se prepara para dispensar cerca de 100 funcionários que vão dizer um “adeus” ao Santuário. As dificuldades começaram-se a acentuar depois das comemorações do centenário das aparições de Nossa Senhora de Fátima e depois foi sempre a ver as contas em queda.

A atual pandemia atirou um dos maiores Santuários do Mundo para o descalabro das contas negativas e que vai agora obrigar ao despedimento de 100 funcionários assalariados. Dos 350 trabalhadores que prestam serviço no Santuário, a instituição quer livrar-se urgentemente de 100 desses 350 trabalhadores devido às dificuldades financeiras que está a passar.

A ideia é privilegiar as saídas amigáveis, mas para isso os responsáveis do Santuário estão abertos e a acolher propostas até 15 deste mês. Depois dessa data, a instituição é que vai avançar com o plano de despedimentos. Renovações de espaços, como o Altar do Recinto, também se juntaram a recuperação de equipamentos, como o grande órgão da Basílica de Fátima, investimentos que acabaram por fazer uma derrapagem no orçamento do Santuário, passados três anos, a instituição fica a abraços com a crise da pandemia. Mas também foram feitas algumas contratações de profissionais especializados que anteriormente eram assegurados por freiras ou padres e a custos reduzidos.

Os profissionais especializados e contratados pelos Santuário de Fátima, foram para várias áreas, como por exemplo: Cantores, organistas e até responsáveis de casas de alojamento no setor hoteleiro do Santuário, para ajudar o equilíbrio financeiro começou a ceder com a falta de turismo e desequilibrou, levando agora à instituição a ter que optar pelo despedimento de quase um terço dos funcionários.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui