AlfeiteAlmadaDefesaPaísSetúbal

Frontex portuguesa fica em Almada

Formação dos novos oficiais Frontex começou ontem na Base Naval do Alfeite em Almada

A formação de base dos novos oficiais do corpo permanente da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira, também conhecida como Frontex, começou ontem na Escola da Autoridade Marítima, na Base Naval do Alfeite em Almada.

Depois de ter sido noticiado a semana passada que a agência se preparava para formar agentes em território português, este será o primeiro curso realizado no novo centro de formação.


A formação básica tem sido acolhida por vários centros de formação por toda a Europa desde a criação do corpo permanente. Depois de Polónia, Itália e Espanha, chegou a vez de Portugal.

O curso irá durar cerca de seis meses e, a Escola da Autoridade Marítima da Base do Alfeite foi escolhida por um comité de seleção a partir de todas as propostas recebidas. Assim foi ontem anunciada formalmente esta decisão, já tomada há cerca de duas semanas e, que apenas aguardava o término de algumas formalidades. 

A escolha não irá afetar a boa relação que a agência tem com outros centros de formação nos Estados-Membros da União Europeia, com os quais coopera, não só no âmbito da formação de base ministrada ao corpo permanente, mas também no acolhimento e participação em formações especializadas e outros eventos académicos.


Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito
Siga-nos no Feedly, carregue em seguir (follow)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.