Atualidade

Fórum de médicos recusa ‘alimentar confrontos’

O Fórum Médico afirma que não pretende 'alimentar disputas' que desviam a atenção dos problemas

- publicidade -

O Fórum Médico, composto por todas as estruturas nacionais representativas dos médicos, reuniu esta terça-feira, na sequência de uma convocatória de urgência do bastonário da ordem dos Médicos, com o objetivo de analisar as várias declarações vindas a público sobre o caso do Lar de Reguengos e o papel dos médicos.

Da reunião foi elaborada uma «Declaração» na qual o Fórum Médico repudia «todas as tentativas de denegrir a imagem dos médicos, ainda mais quando as afirmações faltam à verdade sobre os acontecimentos, e recusa alimentar confrontos que não servem os doentes, desviam a atenção  dos problemas e atrasam os investimentos e reformas de que o Serviço Nacional de Saúde efectivamente precisa com urgência».

No documento o Fórum Médico deixa ainda «uma palavra de solidariedade e agradecimento» pelo profissionalismo demonstrado pelos médicos de família e de saúde pública do Alentejo, que prestam serviço no Lar da Fundação Maria Inácia Vogado «em circunstâncias extraordinariamente difíceis e sem abdicar de denunciar que os meios colocados à sua disposição não permitiam cuidar dos utentes com qualidade e dignidade».

Representantes da Ordem dos Médicos vão também ser recebidos pelo primeiro-ministro, António Costa, em audiência.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo

Permita anúncios

Detetámos que utiliza um bloqueador de anúncios.
Apoie o jornalismo sério e considere desativá-lo para o nosso site.
Saiba como desactivar: carregue aqui